Resenha: Imperfeitos, de Cecelia Ahern

by - sábado, fevereiro 11, 2017


[foto/reprodução: Clayci Oliveira | Sai da Minha Lente]

Este foi um dos poucos livros que me prenderam o bastante para lê-lo todo em pdf, que como todo leitor sabe, não é a mesma coisa do que ler o livro impresso e, que convenhamos, dá uma dor de cabeça danada. Além disso é um dos meus grandes desejos a serem trazidos para minha estante.

Resultado de imagem para livro imperfeitos cecelia tumblr
❥ Título: Imperfeitos.
❥ Autor(a): Cecelia Ahern.
❥ Gênero(s): Distopia.
❥ Editora: Novo Conceito.
❥ Lançamento: 2016.
❥ Páginas: 320.
❥ Avaliação: image image image image image 
❥ Adquira: Saraiva  | Livraria Cultura | Submarino.

Sinopse: Celestine North vive em uma sociedade que rejeita a imperfeição. Todos aqueles que praticam algum ato julgado como errado são marcados para sempre, excluídos da comunidade, seres não merecedores de compaixão. Por isso, Celestine procura viver uma vida perfeita. Ela é um exemplo de filha e de irmã, é uma aluna excepcional, bem quista por todos do colégio, além do mais, ela namora Art Crevan, filho da autoridade máxima da cidade, o juiz Crevan. Em meio a essa vida perfeita, Celestine se encontra em uma situação incomum, que a faz tomar uma decisão instintiva. Ela faz uma escolha que pode mudar o futuro dela e das pessoas a seu redor.

Imperfeitos trata-se de uma nova face da nossa querida Cecelia A., uma vez que este livro foge totalmente do que estamos acostumados a esperar da mesma. Ainda encontramos muitos traços da autora nele, claro, mas para quem já é fã da autora por seus livros anteriores, já aviso que essa história é bem diferente de tudo o que ela já lançou. 

Nossa personagem principal, Celestine North, é quem narra toda essa história, que por sua vez passa-se em uma sociedade na qual existem pessoas criminosas, existem os perfeitos e, por fim, os imperfeitos. As pessoas aqui podem ser consideradas imperfeitas por ene motivos, mas todos eles são atitudes as quais a sociedade condena. Após essas pessoas serem julgadas e declaradas imperfeitas elas são marcadas a ferro quente com um I envolto em um círculo, estas marcas são colocadas em um lugar determinado pela sua atitude incorreta e, uma vez imperfeito, você torna-se a escória da sociedade. Além disso, existem inúmeras regras que os imperfeitos devem seguir, os levando a uma vida limitada e de exclusão.

Celestine é uma perfeita. Ela tem a vida perfeita, a família perfeita e até relacionamentos perfeitos (o que me fez considerar uma certa forçação aqui, mas vamos em frente). Apesar de tudo isso, em determinada situação Celestine começa a questionar toda a sua vida acreditando e aclamando os tribunais que julgavam os imperfeitos, ela começa a repensar todos aqueles conceitos impostos pela sociedade e se era tudo mesmo necessário, todo o desprezo e exclusão nos quais os imperfeitos eram sujeitos todos os dias, sem falar em todo o sofrimento, que agora ela acreditava ser extremamente cruel.

Questionando tudo com o que conviveu durante todos esses anos, Celestine acaba por ela mesma ser condenada, o que a leva a querer ainda mais que todo esses sistema venha a término. Mas será que ela, sendo um grande exemplo de perfeição em sua vida anterior, poderá se dar ao luxo de questionar tanto assim o poder do Tribunal? É o que descobriremos neste primeiro livro de uma série que promete.

Minha opinião: eu achei o livro incrível e poderia reler inúmeras vezes. Adorei principalmente a proposta do conceito de "perfeitos e imperfeitos", o que não foge muito da nossa sociedade atual, a gente julga todo mundo e exclui da mesma forma, nossa diferença é não sair marcando todo mundo a ferro quente, o que seria abominável, né? Mas mesmo assim, Cecelia nos faz questionar tanta coisa ao nosso redor, nossos preconceitos, nossos medos, nossos padrões de vidas perfeitas, enfim. A leitura aqui flui que é uma beleza, apenas durante as primeiras páginas que eu tive que me esforçar um pouquinho pra continuar, mas após as primeiras emoções você lê sem nem notar rs. O segundo livro ainda não tem data de lançamento, mas estou aqui esperando ansiosíssima por respostas!

Deu uma vontadezona de ler, não deu? E você, o que achou deste primeiro livro? Como espera que seja o desfecho dessa história? Me conta aqui nos comentários, tá? Beijo graaaande ♥

Veja Também:

0 comentários